terça-feira, 6 de outubro de 2009

o que é defender a natureza

O DIA DA NATUREZA

O dia 4 de outubro em virtude das comemorações de São Francisco de Assis conhecido com padoeiro da ecologia é considerado também o dia da natureza e requer de cada um de nós reflexões sobre nosso papel no planeta e a situação em que o mesmo se econtra em virtude da utilização desenfreada dos recursos e da proposta interesseita em termos econômicos que hoje vem promovendo as mais diversas formas de degradação ambiental em nosso planeta. Este momento é de mudanaça de concepções e deve ser pautado numa noma forma de entendimento dos elementos da natureza a partir de sua interdependência, sua dinâmica e o papel do homem no processo de obtenção de suas necessidades materiais e espirituais. No dia de celebrar a natureza é importante também compreender de forma crítica a situação do planeta neste momento em que verificamos perigos em relação à continuidade da vida do próprio homem. É urgente que hajam ações educativas para formar os indivíduos de todas as idades no processo de transformação de consciências e no repensar de atitudes cotidianas que tenham potenciais agressões á natureza.
A natureza se caracteriza pela interdependência entre seus elementos e sabemos que modificações em um deles pode gerar consequência danosas aos outros e no ritmo das transformações ameaçar a vida no planeta. Precisamos nos dar conta de nosso papel e mudar o ritmo do desenvolvimento predatório que hoje está em vigor. É preciso que os homens se deêm conta da importância dos recursos naturais não apenas como fonte de lucro , mas como certeza de manutenção da vida. O processo de conscientização ambiental deve fazer parte dos diversos setores da sociedade que tem de ser informada do que é a natureza e qual sua importância para os homens. É preciso entender a situação do planeta que vem sendo desafiadora e nos coloca dilemas entre negócios e conservação e/ou preservação da natureza. Precisamos refletir sobre nossas atitudes cotidianas e a carga destas no planeta. Precisamo compreender a sustentabilidade ambiental e desmistificar urgentemente o papel do capital perante o nosso ambiente. É preciso desenvolver uma nova atitude e gerar diariaente ações que visem um ambiente melhor e mais digno. É urgente compreender que problemas ambientais acabam ameaçando a vida de todos e o próprio exaurimento dos recursos do planeta. Nós somos seres humanos pensantes que devem acreditar na importância da vida e na nossa responsabilidade perante o planeta.
As organizações econômicas devem rever sua prática incentivando ações de conscientização ambiental que são certamente as únicas saídas diante dos problemas ambientais do planeta. A terra é nossa morada e substrato da vida é preciso repassar esta compreensão para as comunidades a fim de que a alfabetização ecológica (Segundo Fritjof Capra) seja um processo constante e crescente no mundo moderno. Precisamos aprender a nos comportar diante do ambiente e entender urgentemente que somos parte da natureza e não seus donos.







Um comentário:

Luísa N. disse...

É assim, conscientizando aqui e acolá, que podemos preservar e salvar nosso planeta. Parabéns pelo blog!
Luísa